Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.

Enxoval de inverno para vir a Europa. Fazer ou não fazer? Eis a questão!

2011 12 22 14 06 21 Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.

Fachada da Selfridges 22/12

PRIMEIRA PARTE: CONSIDERAÇÕES GERAIS E PESSOAIS

Já falei nesse assunto várias vezes, mas até ser encontrado no meio de tags e categorias, não custa reeditar, se pode descomplicar, né???  Nessa época quem mora no Brasil e está de viagem marcada para cá, tem sempre uma preocupação: o frio. Seja por email ou nos comentários, tem sempre alguém pedindo ajuda, opinião. Mais recentemente foi o Bruno, a Raquel e agora a Marta. E nos termos de procura, além da mala,  o que colocar dentro dela, está entre os primeiros.  Sei bem como é essa ansiedade. Minha primeira temporada em Paris, de dois meses, começou em novembro, junto com a queda das temperaturas.

 Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.Amsterdam 2007

E foi  também meu primeiro encontro com o inverno europeu.  Passei 6 meses planejando a viagem, que se desdobraria até Amsterdam e depois Londres. Nesses 6 meses, fiz mentalmente vários looks… com as roupas que durante o inverno consegui comprar no Brasil, incluindo umas viagens a Campos do Jordão, onde teoricamente tem roupa adequada a um inverno mais rigoroso. Pois os únicos ítens que realmente foram úteis, durante os dois mêses, foram as roupas térmicas. Os suéteres grossos, as luvas de tricô, calças de veludo, etc ficaram encostados.

Acabei comprando absolutamente tudo de novo, muito mais barato, conforme o frio ia apertando, e os preços iam caindo.  Isso sem falar no fato que foi quando desenvolvi a teoria da malinha: menos é sempre mais, quando a gente vai viajar por muitos lugares. Estou longe de ser fashion victim, e sinceramente, na realidade real, durante uma viagem, geralmente corrida, e principalmente no auge do inverno, acho meio ficção essa coisa do look do dia, make da tarde, fui assim, depois assim, lá lá lá etc. A não ser que o objetivo seja posar e postar, em vez de conhecer os lugares. Na prática tem que ser tudo bem objetivo mesmo. No inverno os dias são muito curtos, anoitece antes das 4 da tarde e se a gente fica pensando na produção, perde metade da manhã, e consequentemente metade do dia.  Então, pule esse post se você for ultra fashion, apaixonado/a por griffes,  não repete um look sequer,  etc.

Então? Devo comprar tudo que preciso para enfrentar o  inverno Europeu  no Brasil?

Minha resposta é: não. Além de difícil é muito caro. Mas deve chegar aqui com pelo menos um conjunto de roupas para uma temperatura que pode variar muito, de 12, 13 graus, até temperaturas negativas.

 Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.

Austria 2009

Assim, você terá conforto e calma para achar o que precisa, sem congelar, ou comprar o primeiro casaco que vir pela frente. E lógico, tudo depende de quão friorento/a você for. Então ainda no Brasil, providencie essa muda de roupa para chegar.  Casaco+roupa térmica+meia+cachecol+luva+gorro+bota. Listinha?

Casaco sim! tente encontrar um casaco ainda no Brasil! Não dá para procurar roupa, tremendo de frio e morrendo de pressa, apesar de todas as lojas serem aquecidas (umas aquecidas até demais!).  Sei que na maior parte do Brasil isso agora é uma artigo improvável, mas na internet a gente encontra.

Roupas térmicas à venda nas lojas especializadas de esportes ou nas lojas especializadas de inverno. São caras, mas acredite, você vai usar muito. Compre o conjunto completo. Será sua segunda pele. (Dá para lavar no banho e ela seca durante a noite em cima de um aquecedor).

206 G 0 Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.

Calça com a calça térmica por baixo, qualquer calça jeans segura a onda.

Camada do meio é o que vai entre o casaco e a roupa térmica. Nas lojas de esporte, tente encontrar uma de fleece, um tecido leve, mas que esquenta muito, sem muito volume.

Botas o truque é comprar uma bota uns dois tamanhos maior que o seu. Assim você pode colocar uma palmilha isolante (e bem fofinha e confortável!) e uma meia grossa ou duas meias, sem espremer seus pés, que serão exaustivamente exigidos durante a viagem.

Meias as meias térmicas nacionais não tem o mesmo <efeito> que as roupas. meias grossas são mais eficientes e mais baratas. Deixe para comprar por aqui as meias thermal.

Luvas para mim são da máxima importância. Minhas mãos congelam com a maior facilidade e começam a doer! Mas traga uma comunzinha, que quebre o galho, pois por aqui, há de todos os tecidos, formas e expessuras em qualquer loja ou  barraquinha de rua, e lógico muito mais barato.

Cachecol outro ítem indispensável pois é ele que impede que o frio/vento adentre o seu ser e estrague todo o esforço para se manter aquecido. Aqui, tem uma variedade infinita de materiais, tecidos, tricôs e infinitamente mais baratos também. Eu prefiro as pashiminas que são mais finas, esquentam muito e não soltam tantos felpinhos .

61Z6U90sVrL. SL190 SY246 CR0,0,190,246  Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.Gorro quem morre de frio na cabeça, tem que trazer um. Mas aqui, a variedade é tão grande que periga é fazer uma coleção.

Goro de lã Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa.

No próximo post, o quê comprar por aqui e alguns ondes também!

9 Comentários para "Atendendo a pedidos: enxoval de inverno para viagem a Europa."

  1. Maria Jose says:

    olá pessoal, alguém conhece alguma loja aqui no Rio de Janeiro que vende roupas de frio para viagens??:?
    me dá uma dica pessoal!!

    Responder
  2. Silmara Colombo says:

    Comprei as roupas térmicas para ir à Bariloche, concordo com você: é um investimento que vale a pena. Não fazem volume na mala e fazem muita diferença na hora de enfrentar o frio. Nem estão custando tão caro assim, já vi em torno de R$80,00 por peça.

    Responder
    • celmartin says:

      Oi Silamara, seja bem vinda. realmente as roupas térmicas são um investimento, tenho um conjunto há quase cinco anos. Mas é que por aqui tem por 10, 15 libras, então se a pessoa está vindo, pode trazer uma e comprar a(s) outra(s) por aqui, já que todo mundo adora uma comprinnha.

      Responder
  3. Viagem para Mulheres says:

    Muito bom e informativo. Realmente quando a gente vai encarar o frio pela primeira vez bate um desespero e a gente acaba se baseando muito no que é inverno aqui no Brasil. Onde combinamos o look todo, cada peça. Depois de anos pegando frio aprendi que o importa mesmo é um bom casaco para não ter que ficar colocando aquelas camadas e camadas de roupas. Mas… a primeira vez é sempre a primeira vez, né? rs

    Responder
  4. guilherme says:

    Olá, tudo bem? Gostei muito do seu blog. Parabéns.
    Se não se importa, gostaria de dizer que as roupas térmicas podem ser substituídas pelas de algodão. Não há necessidade de ser térmica. Morei muitos anos fora do Brasil e viajo muito para regiões muito frias e chego a pegar temperaturas de -15º, fora a sensação térmica. As roupas de algodão, grudadas ao corpo, sempre bloquearam o frio. As roupas térmicas são bem-vindas, mas se quiser comprar algo mais barato e mais confortável, a de algodão funciona tão bem quanto. Para não se ter um congelamento das extremidades (frostbite), o mais importante é proteger os dedos dos pés, das mãos, orelhas, nariz. Cachecol e gorro, como você disse, são essenciais.
    Guilherme

    Responder
  5. Eulalia Fernandes says:

    Querida, com esse roteiro até eu estou começando a perder o medo do frio…

    Responder

Comente

Quer participar da conversa?
Deixe um comentário!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>