Bordeaux – Visita aos Châteaux de St Émilion

Visita aos Châteaux - estrada para St Émilion Visita aos Châteaux – estrada para St Émilion

Depois de estudar muito durante nossa aula de degustação de vinhos, estávamos preparadas para conhecer alguns châteaux na região de St Émilion. Passeio imperdível e obrigatório estando em  Bordeaux. Difícil é escolher entre tantos.

Mais uma vez, agendamos o passeio no Office de Tourisme, e às duas da tarde, o simpático e sorridente Eduard chegou em sua van para nos conduzir aos vinhedos. Nesse passeio, visitaríamos 2 propriedades completamente diferentes.

Estrada para St Émilion - Viagem a Bordeaux

 Visita aos Châteaux de St Émilion- estrada

O que significa château em se tratando de vinhos? Na região de Bordeaux, longe de ser aquele castelo da Idade Média, ou aquelas construções maravilhosas do Vale do Loire, a palavra <château> significa uma propriedade onde são cultivadas videiras, mesmo que não haja um castelo de verdade. Para simplificar, seria uma vinícula. Então, quando a gente lê no rótulo do vinho “Mis em bouteille au Château XXXX”, quer dizer que desde a uva, a fabricação do vinho e o engarrafamento, tudo foi feito naquela propriedade.

Château Fijeac

Château Figeac

Um tour pelo Château Figeac

Pela estrada, vinhedos a perder de vista. E chegamos ao impressionante Château Figeac. Uma enorme propriedade com muita história para contar. A história começa no século II, imagine!!! Fomos recepcionados por Claudia, que foi nos mostrando as instalações e contando a história do lugar e da produção do valioso líquido.

Château Figeac

A produção de Figeac é uma mistura da tradição, inovação e técnicas de ponta.

Château Figeac - barris

Segundo nossa guia, a produção (que não é pequena) desse château é toda vendida para os exportadores e comerciantes de vinho da região. E os chineses, os maiores compradores. Não é possível comprar uma única garrafa no château, apenas experimentar.

Château Figeac - sala de degustação

Enfim… o momento esperado: degustar o famoso Gran Cru! Sim, é maravilhoso! Daqui, fomos para o Château de Laudes, passando por paisagens que mais pareciam pinturas impressionistas. St Émilion - vinhedos St Émilion – vinhedos Vinhedos - St Émilion Vinhedos – St Émilion


 Visita ao Château de Laudes

A diferença entre os dois châteaux, ficou evidente logo na chegada ao Château de Laudes. Christian Gombaud nos recebeu e sem disfarçar seu orgulho, foi nos explicando como produziam os maravilhosos vinhos. Produção cuidadosa de uma propriedade de 3.8 hectares, na região central de St Émilion. Limitam ao mínimo o uso de produtos químicos, a colheita é manual, a vinificação feita em tonéis de madeira, e o envelhecimento em barris de cedro. O vinho é “mimado” em todos os momentos da produção.

Château de Laudes

O cuidado é tanto, que esse foi o único barril produzido em 2013, ano em que o inverno foi mais rigoroso e se estendeu até abril, prejudicando a qualidade e sabor das uvas.

Cave do Château de Laudes

E na sala de degustação, onde é possível comprar quantas garrafas a gente quiser, tivemos o prazer de experimentar alguns exemplares.

Château de Laudes

Sala de degustação - Château de LaudesAlém da palestra maravilhosa,  a vista para St Émilion é lindíssima. Sala de degustação - Château de Laudes


St Émilion

Uma cidade pequena com 2000 anos de história, que tal? Foram os romanos que plantaram os primeiros vinhedos na região e a cidade surgiu com esse nome, quando um monge bretão chegou lá no século VIII para construir um eremitério.

St ÉmilionSt Émilion Já estava anoitecendo quando chegamos à pequena St Émilion. Parece um cenário de filme! E claro, 80% das lojas que ainda estavam abertas, vendiam… vinho! St Émilion St Émilion

E com certeza preciso voltar para explorar com mais calma. Um monte de restaurantes, cafés e lojinhas fofas…. a cidade é mesmo uma gracinha e vale uma visita se estiver pelos lados de Bordeaux.

St Émilion

 

Tem mais Bordeaux nesses posts

Siga o Mala de Rodinha e Nécessaire no Twitter @maladerodinha

Curta a nossa Fanpage no Facebook: www.facebook.com/MaladeRodinhaeNecessaire

E para ver nossas fotos no Instagram: instagram.com/celinamartins

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses na Europa quando aproveito para viajar, e seis meses no Brasil, praticamente na ponte entre o Rio de Janeiro e Niterói. Eu moro onde estão meus sapatos.
Estou no Google + – +
Celina Martins
-
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on RedditTweet about this on TwitterEmail this to someone

written by

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses na Europa quando aproveito para viajar, e seis meses no Brasil, praticamente na ponte entre o Rio de Janeiro e Niterói. Eu moro onde estão meus sapatos. Estou no Google + - + Celina Martins -
Related Posts

16 Responses to "Bordeaux – Visita aos Châteaux de St Émilion"

  1. Maria Ester says:

    Muito obrigada,já estou apaixonada por Bordeaux,estou indo para lá em outubro !

    Responder
  2. Marcelo says:

    Olá Celina, muito legal seus posts, estou viajando para Bordeaux proximo mês, gostaria muito de conhecer algumas viniculas porém, não falo nada em francês e meu inglês é básico, sabendo que os guias falam apenas esses idiomas, vala a pena visitar?? Abraços!!

    Responder
    • Celina Martins says:

      Olá Marcelo,
      Acho que vale muito a pena sim. As paisagens são lindas, é além do que os guias falam, as imagens valem mais que palavras. Conheça pelo menos um château. É uma experiência típica de Bordeaux. Boa Viagem!

      Responder
  3. Priscila says:

    Olá Celina! Adorei o seu post! Você reservou as visitas no Chateaux com antecedência ou conseguiu reservar quando chegou em Saint Emilion? O guia falava português?

    Responder
  4. Gilberto Ferreira says:

    Celina,
    Parabéns seus posts são ótimos .
    Estou indo para Saint Emilion e gostaria de alguma sugestões e dicas sobre quais Chateaux visitar.
    Vou ficar de 02 a 04/09/2015
    Obrigado

    Responder
    • Celina Martins says:

      Gilberto, eu só visitei dois Châteaux, esse que eu indiquei no post. O que eu gostei, é que são completamente opostos e a gente pôde ver a de um château-empresa, gerenciado para o mercado e um château “raiz”, gerenciado por uma família. Se puder escolha entre esses dois polos.

      Responder
  5. Eulalia says:

    Querida, fiquei literalmente inebriada com sua maneira gostosa de contar.
    Vale mesmo um prêmio.
    Parabéns!!!

    Responder
  6. ana says:

    meu sonho é conhecer bordeaux!
    vou anotar suas dicas.
    quantos dias você acha que preciso para conhecer um pouco da cidade, saint-emilion e umas duas vinícolas?
    obrigada!

    Responder
  7. Boia Paulista says:

    Oi, Celina. Tudo bem? ;)

    Seu post foi selecionado para a #Viajosfera, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com

    Até mais,
    Natalie – Boia

    Responder
  8. Pblower says:

    Grande saudade

    Responder
  9. Pblower says:

    Grande saudade!

    Responder

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>