5 motivos para ir – e voltar – a Berlim

Berlim se apresentou a mim durante uma nevasca meio fora de época, em pleno março. Quando desembarquei no Aeroporto de Schönefeld, achei que não ia conseguir conhecer a cidade. Pois acabei gostando tanto que quis voltar.

 Schönefeld - 2013

Chegando a Berlim -Schönefeld – 2013

Por que?

1) Berlim tem história por toda a parte. É uma aula da história recente in loco. Uma história dolorida, e por isso mesmo exposta por toda a cidade para que nunca seja esquecida.

East side Gallery

East side Gallery

São muitos os monumentos. Alguns impactantes demais.

Memorial aos Judeus mortos na guerra

Memorial aos Judeus mortos na guerra

Memorial aos Judeus mortos na guerra

Memorial aos Judeus mortos na guerra

Outros minúsculos mas imensamente carregados de simbolismo e significado,

Stolpersteine (Pedras do Tropeço)

Stolpersteine (Pedras do Tropeço)

Stolpersteine (Pedras do Tropeço)

Stolpersteine (Pedras do Tropeço) espalhadas pela cidade, esses quadrados de latão  mostram o nome dos judeus  vitimados pelo nazismo e ficam em frente ao  seu último endereço.

As cicatrizes do muro expostas no chão

Berliner Mauer - onde ficava o muro

Berliner Mauer – onde ficava o muro

A história é contada em outdoors pela cidade. Aqui a Bose Bruke, um dos “checkpoints” (pontos de passagem e conferência de passaportes e papéis entre as duas Berlins) invadida pela população no dia 9 de novembro de 89, pouco depois do anúncio da livre circulação de Belim Oriental para Berlim Ocidental. Os painéis mostram fotos e contam fatos desse dia.

Bose Brucke

Bornholmer Straße -Bose Brucke

Bornholmer Straße -Bose Brucke fonte: Wilkipédia

2) Custo-benefício – Berlim é uma cidade barata. Desde o Berlin WelcomeCard (cartão que inclui transporte e descontos para atrações), passando pela hospedagem, restaurantes, até compras de supermercado, fazer turismo em Berlim é extremamente em conta. E fácil!

3) Gastronomia – A comida típica é uma delícia! Comecei pelo Curryrust! Assim como o Reino Unido tem o Fish&Chips, a Alemanha tem o Currywrust, que no lugar do peixe tem uma deliciosa salsicha (normalmente enorme e invariavelmente indescente!) cozida, depois frita, com ketchup picante salpicado de curry, acompanhado de batatas fritas crocantes por fora e quase um purê por dentro.

Currywrust Restaurante Kumps - Cora-Berliner-Stasse

Currywrust Restaurante  na  Cora-Berliner-Stasse em frente ao Memorial

Meu “primeiro” foi num restaurante bem em frente ao Memorial dos Judeus, a uma quadra do Portão de Brandemburgo.

Currywrust - Berlim

Currywrust – Berli

Nessa última vez que estive em Berlim, apresentei esse prato à minha prima e mais meio litro de cerveja = 8 euros!!

E até no Mac Donalds tem e é gostoso!

Currywrust - Mac Donalds - Berlim

Currywrust – Mac Donald´s – Berlim

E para conhecer todos os tipos de salsicha que a Alemanha tem para oferecer, a Cassia Freire, do Berlim Visitas Personalizadas, escreveu um post expicativo: Aqui na Alemanha tudo acaba em salsicha!

Mas nem só de salsicha vive Berlim. Há inúmeros restaurantes de todas as nacionalidades. Afinal a cidade é uma deliciosa reunião de raças e culturas.

4) Arquitetura – é difícil controlar sua câmera em Berlim. Palácio, castelo, catedral, igreja destruída, praça reconstruída após ser arrasada na II guerra e dividida na Guerra Fria, prédios futuristas…

Belevue Palace (Schloss Bellevue) - Berlim

Belevue Palace (Schloss Bellevue) – Berlim

A junção do moderno e o antigo aqui tem um significado explícito.

Kaiser Wilhelm Memorial Church

Kaiser Wilhelm Memorial Church

E vamos para o futuro…

Potsdamer Platz - Berlim

Potsdamer Platz – Berlim

Ali do lado o teto futurista do Sony Center.

Sony Center - Berlim

Sony Center – Berlim

E por falar em teto, reconstrução, antigo e novo, o Reichtag é o exemplo.

Reichtag - Berlim

Reichtag – Berlim

5) Diversidade! Na verdade, Berlim pode ser o que a gente quiser. Há programas para todos os gostos e prioridades. História, compras, cultura, vida noturna ou boa comida. É… não dá tempo de aproveitar tudo que esta cidade tem para oferecer numa visita só. É preciso voltar muitas vezes. Se possível em diferentes estações.

Tiergarten  - Primavera

Tiergarten – Primavera

Tiergarten - inverno

Tiergarten – inverno

E ainda tem mais um motivo bônus. Um hotel tudo de bom, que cabe no orçamento e fica numa excelente localização, na rua da Nova Sinagoga e do Antigo Posto de Correio, famosa pelos bares e restaurantes super descolados. O Meininger Berlin Mitte é meu “canto” em Berlim. Reservas aqui.

Mais posts sobre Berlim aqui.

Siga o Mala de Rodinha e Nécessaire no Twitter @maladerodinha

Curta a nossa Fanpage no Facebook: www.facebook.com/MaladeRodinhaeNecessaire

E para ver nossas fotos no Instagram: instagram.com/celinamartins

e para pesquisar mais hotéis

Ah! não esqueça do seguro viagem! Leitor do blog tem  desconto. Faça a cotação aqui:
2017_01_04-300x400
 

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses na Europa quando aproveito para viajar, e seis meses no Brasil, praticamente na ponte entre o Rio de Janeiro e Niterói. Eu moro onde estão meus sapatos.
Estou no Google + – +
Celina Martins
-
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on RedditTweet about this on TwitterEmail this to someone

written by

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses na Europa quando aproveito para viajar, e seis meses no Brasil, praticamente na ponte entre o Rio de Janeiro e Niterói. Eu moro onde estão meus sapatos. Estou no Google + - + Celina Martins -

3 Responses to "5 motivos para ir – e voltar – a Berlim"

  1. Gustavo Woltmann says:

    Para quem gosta de história, acredito que há muito o que visitar e sentir na cidade, ainda quero conhecer um dia.

    Responder
  2. Patricia says:

    Ai que saudade!!!!!

    Responder

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>