Um passeio por Keukenhof

No post anterior, falei como chegar a Keukenhof, saindo de Amsterdam. E neste post vou tentar mostrar o que vemos nesse passeio de sonhos. Digo tentar, porque é impossível mostrar o que se sente nesse parque, onde a expressão “ao vivo e a cores” cai como uma luva!

Keukenhof

Keukenhof

Euzinha! Muito ao vivo!

Eu em Keukenhof!

Eu em Keukenhof!

Keukenhof

Keukenhof

E são muitas cores! Tulipas em todos os estágios,  e de todas as formas: rajadas, recortadas, recém-nascidas, em degradê…

Keukenhof-Tulipas

Keukenhof-Tulipas

Além de tulipas, narcisos e jacintos fazem um contraponto com uma variedade de tons impressionante. Vermelhos, pinks, brancos e amarelos. E a gente vai serpenteando pelas alamedas e caminhos por entre os jardins.

Jacintos - Keukenhof

Jacintos – Keukenhof

Keukenhof

E são muitos os caminhos. Cada qual com um jeito de arrumar as tulipas e suas companheiras.

Tulipas Amarelo e laranja - Keukenhof

Tulipas Amarelo e laranja – Keukenhof

Tulipas cor-de-rosa - Keukenhof

Tulipas cor-de-rosa – Keukenhof

Até um berçário delas a gente encontra. É uma gracinha!

Keukenhof - berçario de tulipas

Keukenhof – berçário de tulipas

Vendo o mapa do parque, a gente pode ver onde estão as plantações de tulipas. São esses espaços listrados (clique no mapa para ampliar).

Mapa de Keukenhof

Mapa de Keukenhof

Em alguns pontos é possível subir em elevações do terreno e ver os campos de tulipas em vários estágios, mas pelo parque, não há acesso direto às plantações.

Plantação de tulipas  - Keukenhof

Plantação de tulipas – Keukenhof

Cá entre nós, é bem acertado, pois se toda a multidão que vi chegando durante meu passeio pudesse passear por entre as tulipas, elas não resistiriam! E todo esse espetáculo não seria possível.

Tulipas no campo - Keukenhof

Tulipas no campo – Keukenhof

No extremo leste do parque, de repente uma paisagem linda!

Keukenhof - Moinho

Keukenhof – Moinho

Um típico moinho holandês enfeita o visual e a cereja do bolo, é subir ao segundo andar, de onde é possível ver mais campos de tulipas. E claro, o céu azul que se abriu enfeitou ainda mais o visual!!!

Campos de Tulipas vista do moinho

Campos de Tulipas (vista do moinho) – Keukenhof

Um pouco da história de Keukenhof

Keukenhof - Lago

Keukenhof – Lago

Imaginem que toda essa lindeza teve sua origem lá no século XV, num jardim que fornecia ervas, vegetais e frutas para a cozinha do Castelo da Condessa Jacqueline da Bavária. Mais tarde, no século XVII foi construído o Castelo de Keukenhof e no século 19, seus jardins foram redesenhados pelos mesmos paisagistas que desenharam o Vondelpark em Amsterdam.

Keukenhof- Primavera 2015

Keukenhof- Primavera 2015

Keukenhof como é hoje, foi aberto em 1950, quando um grupo de 20 exportadores resolveu expor seus bulbos nesses jardins, com uma mega exposição de flores na primavera.

Lago - Keukenhof

Lago – Keukenhof

E logo no primeiro ano 236,000 visitantes foram ao parque. Hoje são 32 hectares e 7 milhões de bulbos plantados todos os anos. Imaginem a quantidade de visitantes em 2015?!?

Keukenhof - Vista para os campos de tulipas

Keukenhof – Vista para os campos de tulipas

Em todos os jardins há sempre alguém cuidando, plantando, colhendo as tulipas que já estão “no ponto”.

Keukenhof - Primavera 2015

Keukenhof – Primavera 2015

E como se não bastasse todas essas flores e jardins, dentro de um pavilhão (Willem-Alexander) havia um exposição de orquídeas!!! Aí é muita covardia, né!

Keukenhof  - Primavera 2015

Keukenhof – Primavera 2015

Entrando no pavilhão, era orquídea de todas as espécies por todos os lados!

Keukenhof - Expo de Orquídeas

Keukenhof – Expo de Orquídeas

Orquídeas - Keukenhof

Orquídeas – Keukenhof

A essa altura eu estava morta de sede! (ok, mais uma desculpa para mergulhar num enorme copo de cerveja holandesa). Há um espaço com vários restaurantes e entrei no que estava menos cheio. “Hidratei-me” bastante, porque o calor primaveril estava bombando a essa hora. Aliás… já era hora de voltar ao ônibus!!

Keukenhof - espaço para refeições

Keukenhof – espaço para refeições

Saí meio em disparada, e daí me dei conta da multidão que havia chegado.  Era muita gente! E sério, com toda aquela gente, já estava bem difícil transitar e ver os jardins. Quase me perdi tentando encontrar a saída, mas, uma vez no estacionamento, guias já nos esperavam para indicar o local onde pegar nosso ônibus, uma vez que a essa hora, o estacionamento era um labirinto de dezenas de ônibus.

Campos de Tulipas - Keukenhof

Campos de Tulipas – Keukenhof

E na volta a Amsterdam, mais campos de tulipas…

Campos de tulipas - Keukenhof

Campos de tulipas – Keukenhof

Fiz o passeio sozinha, comprando pelo Ticketbar (que também tem ingressos para outras atrações em Amsterdam). Fui no final de abril, que segundo o expert Daniel do DucsAmsterdam, é a melhor época. Alguns espaços nos campos de tulipas já haviam sido podados e outros ainda estavam verdes. O clima? Frio de manhã e à noite, e quente durante o dia. Falei sobre como arrumar a mala para primavera na Europa nesse post. Normalmente, o parque fica aberto entre meados de março e meados de maio.

Então vamos às dicas:

1- Comprar o ingresso com antecedência. Isso facilita muito, principalmente se você for nos períodos mais disputados. Quando saí, a fila para entrar estava monstra!

2- Chegar cedo! Ou ir mais para o fim da tarde. Como eu disse, por volta de meio dia, um hora, o parque estava lotado e difícil até de andar.

3- Comprar as lembranças assim que chegar para evitar filas na hora de ir embora.

4- Levar um mochila ou bolsa para colocar o seu casaco. Quando eu saí de Amsterdam, estava 6 graus, com um ventinho bem frio. Mas lá pelo meio dia, esquentou bastante. E até filtro solar eu usei. Cachecol e casaco foram parar na mochila e continuei com as mãos livres para fotografar.

5- Deixar bastante espaço no cartão de memória de sua câmera ou no celular. Nem preciso dizer quantas zilhões de fotos você vai tirar!


Compre seu ingresso para Keukenhof (e outras atrações em Amsterdam) e receba por e-mail: Ticketbar

Pesquise Hotéis em Amsterdam aqui.

Siga o Mala de Rodinha e Nécessaire no Twitter @maladerodinha

Curta a nossa Fanpage no Facebookwww.facebook.com/MaladeRodinhaeNecessaire

E para ver nossas fotos no Instagram: instagram.com/celinamartins

Hotel barato em Amsterdam? Fiquei no Quentin Arrive.

Não se esqueça do seguro de viagem! Faz a cotação aqui. Leitor do blog tem desconto:

Mondial

 

 

 

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses na Europa quando aproveito para viajar, e seis meses no Brasil, praticamente na ponte entre o Rio de Janeiro e Niterói. Eu moro onde estão meus sapatos.
Estou no Google + – +
Celina Martins
-
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on RedditTweet about this on TwitterEmail this to someone

written by

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses na Europa quando aproveito para viajar, e seis meses no Brasil, praticamente na ponte entre o Rio de Janeiro e Niterói. Eu moro onde estão meus sapatos. Estou no Google + - + Celina Martins -
Related Posts

4 Responses to "Um passeio por Keukenhof"

  1. Eulalia says:

    Este sempre foi meu sonho de consumo, desde que eu era bem garotinha.
    Um dia, eu realizo.
    Obrigada por este festival de beleza!!!
    beijokas

    Responder
  2. PATRICIA MARIA COSTA BLOWER says:

    Que lindo!!!!

    Responder

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>