Veneza – como se locomover

Piazza San Marco_Veneza

Nesse primeiro dia em Veneza,  era como se eu  estivesse em transe. Aquela menina que adorava estudar história, e sonhou anos e anos em conhecer essa cidade, estava alí, pisando na história (que eu tanto estudei).

ruela de Veneza

Quando digo que Veneza era um mistério, é porquê eu nunca consegui entender como um punhado de ilhas, cortadas por 117 canais, com invernos rigorosos e verões quentes, atingiu o posto de potência comercial na alta idade média (a partir do século X), tornando- se uma das mais importantes cidades da Europa.

Vista aérea de Veneza

Isso sem falar no mapa, que mesmo depois do Google Maps, me fazia ter medo de “me perder para todo o sempre” no emaranhado de ruinhas e ruelas e nunca mais sair de Veneza.

Caminho para San Marco_Veneza

O mais estranho em Veneza é que há lugares simplesmente apinhados de gente. Aí você pega uma ruinha dessas e se sente numa cidade fantasma.

ruelas de Veneza

“Ruinha de Veneza”

Depois que nosso quarto no hotel foi liberado, desabamos nas camas. Mas eu não consegui dormir muito. Devido ao estado andiantado de cansaço, a gerente nos liberou o primeiro quarto que ficou vago, ainda se desculpando por não ser o melhor. Nosso hotel tinha sido (em algum lugar no passado) um convento. Os quartos são simples mas a cama deliciosa, banho quente, “esquentador” de toalha e um café da manhã bem legal. Em Veneza foi um achado! O hotel é o Casa St Andrea.

Quarto do Hotel Casa San Andrea_Veneza

Deixei Carol descansando e sai para fazer o “reconhecimento da área”.  Nosso hotel, apesar de ficar na ilha, no centro histórico, está localizado perto do continente, ligado à ilha pela Ponte de la Libertá. Por isso, ainda consegue-se ver carros. No resto da ilha, não se vê nenhum. É a maior cidade “pedonal” da Europa.

Piazzale Roma-Ponte dela Libertá_Veneza

Grande Canal_Veneza

Dependendo de onde for a localização do hotel, a gente acaba usando os vaporettos muitas vezes ao dia. Além de ser absolutamente típico de Veneza, é uma forma gostosa de passear, e de conhecer o que só se pode ser visto trafegando pelos canais.

Grande Canal_Veneza

Os vaporettos   (que funcionam como ônibus) , os pequenos barcos, e as  lanchas de vários tamanhos, são os únicos meios de transporte. O transporte público é caríssimo! Andar de vaporetto pra cá e pra lá pesa no bolso. O ticket único (1 viagem sem volta) custa 6,50 euros (preços da época).

Máquinas de autoatendimento-Transportes Veneza

O melhor é comprar o Tourist Travel Card de acordo com o número de dias que for ficar na cidade.

Máquinas de autoatendimento-Transportes Veneza

Por uma quantia fixa, pode-se fazer viagens ilimitadas durante a validade do cartão magnético.

Leitor de cartão de transporte_Veneza

Leitor de cartão magnético.

Travel Card Veneza

Este cartão (que é recarregável) deve ser encostado nas máquinas de leitura que ficam nas entradas dos  “pontos” flutuantes  de vaporetto chamados fermattas.

Leitor de cartão magnético_Veneza

 Fernatta (ponto de vaporetto) Veneza

Os preços dos Travel Cards quando eu fui eram:

  • 16,00 € – 12-HOUR TRAVELCARD
  • 18,00 € – 24-HOUR TRAVELCARD
  • 23,00 € - 36-HOUR TRAVELCARD
  • 28,00 € - 48-HOUR TRAVELCARD
  • 33,00 € - 72-HOUR TRAVELCARD
  • 50,00 € – 7 DAYS TRAVELCARD
É fácil identificar as “fermattas” . São caixotes flutuantes, com faixas amarelas onde está escrito o nome da parada.
 Fernatta (ponto de vaporetto) Veneza
 Fernatta (ponto de vaporetto) Veneza
Na maioria dos vaporettos, há lugares descobertos, de onde se pode tirar fotos, e dentro dos barcos, onde é mais quentinho, né?
Vaporetto
Vaporetto_Interior

Na segunda viagem, a gente já começa com aquele andar de marinheiro e no final do primeiro dia, ficar mareado é absolutamente normal. A gente anda de barco e balança, sai do barco e vê tudo balançando no mar. Com o tempo, tudo balança …

Grande Canal_Veneza
Os vaportettos não entram nos pequenos canais. Neles, só os pequenos barcos, lanchas  e as  gôndolas.
Gôndolas em Veneza

As gôndolas são um capítulo à parte. E não é bem um meio de transporte. É um meio de divertimento, e de gastar muitos euros numa tacada só. Uma voltinha sai em torno de 80 euros.

Canais de Veneza

Nada mais turístico que um passeio de gôndola em Veneza.

Canais de Veneza

Algumas gôndolas são chiquérrimas…

Canais de Veneza

No mais é se perder e se achar… Veneza é uma cidade que não há pontos turísticos obrigatórios. Veneza é inteira, um sonho difícil de acreditar.

Canais de Veneza

É possível cruzar a ilha a pé. Sem pressa… E ir aos poucos entrando no tempo e no espaço desse lugar improvável, onde  as construções brotam da água.

Canais de Veneza

Para ver o mapa das rotas dos Vaporettos clique aqui.

Para ver os posts  sobre Veneza?  aqui.

Siga o Mala de Rodinha e Nécessaire no Twitter @maladerodinha

Curta a nossa Fanpage no Facebook: www.facebook.com/MaladeRodinhaeNecessaire

E para ver nossas fotos no Instagram: instagram.com/celinamartins

E veja nossa página no Google+

 

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses em Londres, quando aproveito para viajar pela Europa, e seis meses no Rio de Janeiro, quando planejo as próximas viagens.
Gostou? Compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Pin on PinterestShare on RedditTweet about this on TwitterEmail this to someone

written by

Sou professora por formação, artista plástica, designer e blogueira, mas gosto mesmo é de ser nômade. Moro seis meses em Londres, quando aproveito para viajar pela Europa, e seis meses no Rio de Janeiro, quando planejo as próximas viagens.
Related Posts

11 Responses to "Veneza – como se locomover"

  1. Itália | 350 dicas de turismo pelo Blog Dicas & Turismo | Domingão de Twittadas says:

    […] locomover e como chegar a veneza | LINK 333. @maladerodinha | veneza – como se locomover | LINK 334. @mochiladajuli | a ilha de burano (veneza) | LINK 335. @mochiladajuli | marco polo, as […]

    Responder
  2. Elaine says:

    We are just here in the wonderful Hotel Sant Andrea ! Visit Venizia – Andiamo now – we going in the ” City ” , today : San Marco ( I want one Rose … !! :) Best Regards from Casa Sant Andrea , from my Walking – Base here in Veneza – Italy . abraco – Elaine e Olaf , Brasil / Germany, 23.12.2012

    Responder
  3. 46º Domingão de Twittadas | Itália | Diário de Mochileiro says:

    […] locomover e como chegar a veneza | LINK 333. @maladerodinha | veneza – como se locomover | LINK 334. @mochiladajuli | a ilha de burano (veneza) | LINK 335. @mochiladajuli | marco polo, as […]

    Responder
  4. Gina says:

    Apesar dos preços “salgadinhos” visitar Veneza é um sonho! Andar faz bem ao bolso, rsrs. Passear em Veneza deve ser maravilhoso.

    Responder
  5. Paula says:

    Que dica boa essa do transporte porque nós vamos chegar de noite e ficar um dia somente porque estaremos indo para Barcelona. Mas eu posso comprar esse Travel de 12 horas no aeroporto e começar a usar ou não? Porque vamos ter que descer em Arsenale onde fica nosso hotel.

    Responder
  6. celmartin says:

    Não me arrisquei no passeio de gôndola não! Tava muito caro, muito frio, e muito além da diária do meu hotel!
    Lowcost não tem gôndola não!

    Responder
  7. Livi says:

    Se eu ficasse perdida para sempre em Veneza ficaria feliz. Deve ser um sonho mesmo. Estou adorando passear com vc e anotando tudinho para quando eu puder ir.
    Uiuiuiui, 80 euros um passeio de gôndola…melhor começar a juntar.
    Bjs querida

    Responder
  8. Eulalia says:

    Sempre tentei definir Veneza. Você conseguiu!

    “Veneza é inteira um sonho difícil de acreditar.”

    Isso! muito lindo o post. Estou ansiosa por ver outros e matar a saudade!!!
    beijinhos, parabéns!

    Responder

Leave a Reply

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>